sábado, 23 de julho de 2011

relatos momentâneos IV


O seu abraço me acolhe, me conforta, me anima, me da força, me guia, me ilumina. O seu abraço é perfeito, sincero e com amor, é único e eu não vivo sem .

Nenhum comentário:

Postar um comentário