quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Seguindo em frente


Eu pedi tanto, desejei tanto, esperei tanto...
Rezei noites a fio pedindo a Deus para que as coisas mudassem e tudo melhorasse pra mim, pra nós. Só Deus sabe o quanto eu pedi pra que tudo se ajustasse para assim nosso sofrimento passar. Agora apenas peço que Ele te conduza ao caminho certo, e que você seja feliz, sim, muito feliz.
Amar talvez seja apenas desejar a felicidade do outro, mesmo que não seja ao seu lado. E eu sei, aliás nós sabemos que agora não podemos ser felizes juntos, há muitas feridas abertas, há muito o que cicatrizar, há muito o que esquecer e aprender.  Ainda há muito o que fazer.
Enquanto as feridas não fecham eu continuo andando, um passo de cada vez, por vezes me sinto estranha, ainda sinto sua falta. Ainda doí. Seria hipocrisia dizer o contrário.
A verdade é que nunca esquecerei seu sorriso, a forma doce e ao mesmo tempo misteriosa com a qual você me olhava, ou então a delicadeza de como tirava os cabelos do meu rosto. Ficará sempre na lembrança o jeito como você me abraçava e eu me sentia protegida do mundo em seus braços, seu jeito de me fazer rir, seu jeito estranho de ser que é tão seu e do que eu era quando estava ao seu lado...
São detalhes que eu me lembrarei sempre que me disserem para recordar de algo bom – e quando não disserem também.- 
Mas agora vamos seguir nossos caminhos sim ?
Talvez o primeiro passo não seja esquecer, talvez o primeiro passo seja só seguir em frente.
Agora se me dá licença eu vou dormir. Amanhã é um novo dia, uma nova história, um recomeço. E eu estou precisando de coisas novas.

Um comentário: