sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

O sol

A tempestade passou.

O sol foi chegando tímido depois do inverno chuvoso e triste, aqueles dias frios e nublados que haviam se instalado em minha vida e que eu achei que nunca fossem passar, mas passaram.
Já havia desistido de dias melhores, minha esperança ? Essa já estava no limite e então, quando eu achei que não haviam mais possibilidades de dias bonitos chegarem o sol apareceu.
Os dias tristes foram embora e deram lugar a primavera que chegou serena.
O sol tornou-se presença constante em meus dias e aqueles dias nublados e tristes (que dias mesmo?) ficaram para trás.
A princípio meus olhos demoraram a se acostumar com sua forte luz, e na realidade acho que  eles nunca irão se acostumar por completo... e essa é a principal magia.
Toda vez que eu olho para a beleza desses dias eu me encanto cada vez mais, toda vez que olho para o sol vejo algo belo e diferente que não havia notado antes: a magia cresce.
Eu nunca vou me acostumar com o sol e esse é o melhor de tudo. Todos os dias serão como se fossem o primeiro, o encanto não irá embora.
Já estamos no verão e agora é como se os dias ruins nunca tivessem existido.
A primavera me trouxe o sol, e o meu sol tem nome.
Estamos no nosso verão, o sol está no auge do seu brilho. Me perguntam se eu não tenho medo de que uma hora o inverno chegue novamente e tudo volte a ser como antes. A resposta é Não.
Eu não tenho mais medo do inverno, sei que alguns dias tristes virão, afinal a vida não é só de risos.
Mas eu tenho meu o sol não é ?
O sol que cheguei a pensar que não existisse, mas existe.
E eu sei que ele vai brilhar pra mim em qualquer hora, em qualquer estação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário