quinta-feira, 12 de junho de 2014

O que é, o que é?

O Amor está no ar.





Hoje, 12 de junho de 2014. Acordei mais cedo, e saí para trabalhar. Sabe quando você vai andando com aquela pressa, pra passar o tempo. Fiz isso enquanto descia a Rua das Flores (Rua XV) esta manhã. Fiz isto até chegar lá no fim, quando vi meio de longe o que parecia um tapetinho vermelho flutuando. Eram balões vermelhos e em formato de corações. Curitiba estava linda. Uma cidade maravilhosa e encantadora, apaixonante e cheia de romantismo.

Em cada balão havia a seguinte frase: “Com você tudo é mais bonito”. Cheguei mais perto e fiquei maravilhada. Até que olhei pro lado e vi um casal de apaixonados apontando o coração para o outro e tirando fotos. De novo, fiquei encantada e olhava. A cidade maravilhosa deu um pouco mais de vida a um dos dias mais esperados pelos casais.

Mas o que é o dia dos namorados?

É um dia especial: FATO. Um dia que muitas pessoas não esquecem, comemorado por muitos e esperançoso para outros. O dia dos namorados é maravilhoso.

As vezes comemorado errado. Comemorado apenas por aqueles que têm seu amor por perto, todos os dias. Mas o dia dos namorados é mais do que isso. É sentir-se completo, mesmo longe. É se sentir muitas vezes angustiado pelo momento do encontro que não chega. É se sentir apaixonado, e não precisar necessariamente ser por alguma pessoa especifica. Vejo que por muitas vezes o amor se perde por aí, alguns se esquecem que para ser feliz com alguém e completar a vida deste, não é necessário a “presença de todos os dias”. É apenas ser alguém especial, ser o diferencial na vida do outro, ser a parte que completa.  

O amor deve ser sentido! É sentir aquela sensação de borboletas no estômago e a ansiedade de esperar aquele “Bom dia”, aquela conversa boba sobre todos os assuntos, desde saber como foi seu dia ou simplesmente demonstrar um “Pensei em você”, ou “mesmo chorando, você continua linda”. Parece aquela coisa boba de conto de fadas. Mas não é bem assim.

O amor é perfeito, com todos os seus defeitos, com todas as suas fraquezas, com todas as diferenças possíveis. E este dia em especial, é único, é intenso, é gostoso e é uma lembrança, que faz transbordar uma inexplicável sensação de cuidado e alegria constante. É misturar o que é belo, a lagrima, o sorriso, o coração batendo mais forte, o abraço, o beijo, a despedida. É misturar o perfeito e o imperfeito e transformar em único o momento do dia.

Não sei explicar o que é o amor e juro que não pretendo fazê-lo. Só quero vivê-lo. Seja hoje, seja amanhã, seja quando for. Seja no momento certo, com a pessoa certa. Quero vivê-lo da melhor maneira possível, no dia dos namorados, no dia dos apaixonados, dos amantes e amados. Todos os dias.

Termino este texto com as melhores definições possíveis que encontrei até hoje:

O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. (1Corintios 13:4 -7).”

E realmente! Eu não sei o que é amor e nem ao menos sei se saberei ao certo um dia.

“Uma vez me falaram que amar é se jogar de um precipício sem saber se lá em baixo vai ter alguém para segurar a gente.”



#MaisAmorPorFavor #Enamorados #Valentinesday